Clube de Leitura - Livros no Armazém

Livros no Armazém: os “corações bateram” por Inês Meneses

Fevereiro 2, 2022

Não aconteceu n’Um Domingo de Chuva, foi numa amena sexta-feira de janeiro ao final do dia. Também não foi em Vila Corina, antes na Biblioteca Municipal de Cascais – Casa da Horta da Quinta de Santa Clara. A expectativa era grande, sentíamos O Tempo Suspenso, mas ainda assim vestimos O Fato e enchemos a sala de Gente Inteira que ansiava pela oportunidade de fazer As Perguntas à autora de O Coração ainda Bate, Inês Meneses.

E os nossos “corações ainda batem” desenfreadamente, Inês!

A expectativa era alta. Porquê? Além de termos uma autora convidada, era um dia repleto de estreias, ora vê só…

Foi o primeiro encontro do renovado clube de leitura, agora, Livros no Armazém, que surge com uma dinâmica ligeiramente diferente, porque conta também ele com uma nova dinamizadora. A querida Sandra Marques Augusto junta-se às miúdas nesta aventura que é organizarmos O Encontro Perfeito em volta d’Os Livros.

Foi precisamente esta crónica – Os Livros – que deu o mote para o início da conversa com a Inês Meneses. Pegando numa reflexão deste texto, a Sandrinha quis saber entre @s presentes: “Se fôssemos um livro, que livro seríamos? Que livro poderíamos decorar que suportasse o nosso pensamento sem o comprometer?” O mais engraçado é que a Inês acabou por nos confessar que pretendia ler esta crónica no encontro!

O universo conspirou a nosso favor, estávamos em sintonia!

E se a capa foi o elemento que mais suscitou “discórdia” – houve quem não gostasse e quem gostasse -, em relação ao conteúdo a opinião foi unânime: a escrita da Inês é exímia, permite uma leitura fluida e toda a gente se identificou, não com todas, como é óbvio, mas com grande parte das suas crónicas. Sobre isto a autora refletiu que muito se deverá ao facto de estar naquelas páginas por inteiro: “Sou eu a 100%”, disse. Quer seja nas crónicas que falam de experiências vividas, semelhantes às de tant@s de nós, quer as que partem da observação do mundo à sua volta.

Por falar em observar, houve até quem “observasse” que a infância da autora “se pintou de amarelo”, não foi Beladina?! 😊 O que levou a Inês Meneses, não só, a tomar consciência ali mesmo desse facto, como também lhe serviu de “gatilho” para uma ideia para outra crónica… Ficamos ansios@s a aguardar, Inês! 😉

A destacar ainda a pequena Mariana, de 12 anos, que se estreou no clube de leitura (veio com a mãe, a Isabel) e maravilhou a assistência com a sua intervenção. Revelou-se fã da autora, que está habituada a ouvir na rádio com os seus pais, e identificou-se também com algumas das temáticas destas crónicas, e confessou ainda uma peculiaridade dos seus hábitos de leitura… tem sempre que ir ler a última frase. 😊 Obrigada querida Mariana pela tua partilha! Gostámos muito de te conhecer!

Para terminar, agradecemos a presença de tod@s – bem-vindas Raquel, Cláudia, Isabel e Mariana ,- são vocês que enriquecem estes encontros. Agradecemos igualmente ao Ricardo Gomes, do nosso main sponsor RG Livreiros, por nos ter lançado este desafio e proporcionado este momento. E, por fim, um especial agradecimento à autora, Inês Meneses, que teve a gentileza de aceitar este convite para nos desvendar um pouco mais deste confessionário que são as suas crónicas e ainda autografar os livros das suas leitoras! Muito obrigada, Inês! Por aqui, os corações vão continuar a bater!

Susana Figueira

A fila para os autógrafos 🤍

Os autógrafos

A Sandrinha, que é super fã da Inês Meneses, à espera da sua dedicatória

As três miúdas do renovado Clube de Leitura Livros no Armazém… a foto oficial e a outra

Agradecemos, igualmente, a presença do talentoso cantor, compositor e produtor Tozé Brito (marido da autora), que teve a gentileza de tirar a foto de grupo (a que abre este post), e também de posar connosco! Gratas pela simpatia dos dois 🙏🏻

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias