Ideias à solta

Palavras ao a(o)caso, by Carla Vieira Santos

Junho 29, 2021

A(meias)

Degrau a degrau sem regra…
Saltitando entre ameias
percorro a distância entre nós.
“Por que não o fazes a(meias)?”
– questiono-te.
Os metros em quilómetros se tornam
e o cansaço se instala…
Do alto da torre de menagem
surge-me a visão do todo…
Conjunto de pedras entrecortadas
por rasgos do tempo…
Trabalho de grupo em solidão esforçada.
Ladeados de arvoredo, simbiose única!
Como não sentir?
Exalando frescura oxigenada de hoje,
contrastando em morosidade
com o crescimento das mesmas!
Tempo é recurso fundeado em verdade,
nada soma e integra
em rapidez e voracidade…
Mal sabes que somente as nuvens
assentam na volatilidade…
Fugazes e breves nuvens,
intangíveis e surreais.
Aprenderás um dia o valor telúrico…
Aspiro a envolvência,
espaço os pensamentos,
em casa em mim.
Abro o portão e subitamente…
O mundo doravante designado,
num abismo um salto,
refletindo sobremaneira
a dimensão da viragem…
Não há ameias, muralhas, portões…
Não há passado, transição em desenho…
Presente em presença no todo!
Percorrer distância somente valorosas!
E vou…
Tu ficas.
Sem mais nós.

Carla Vieira Santos

    Parcerias