Ideias até ao infinito

Uma carta a 2020

Dezembro 31, 2020

Querido 2020,

Vieste de mansinho, passo a passo, permitindo-nos ainda no final de 2019 fazer planos e fixar resoluções… mas já estavas com ela fisgada, não estavas? Confessa.

Preparaste-nos uma montanha-russa de estados de espírito, de emoções, para a qual não estávamos minimamente preparadas. Deste-nos motivos para sorrir e nos sentirmos realizadas quando ainda nos permitiste organizar uma Book Party nos primeiros dias do calendário, para, quase de seguida, nos trancares em casa o resto o ano, qual princesa Rapunzel na torre!

Mas, se bem nos conheces, sabes que somos mais do team agarra-te-ao-lado-positivo-desta-paragem-obrigatória. É certo que também fomos assoladas pelo lado negro da Força (pandemia) e vivemos momentos de irritação, de desalento, de dor e de tristeza (bem sabes o quanto), mas preferimos seguir o mestre Yoda e procurar sempre os caminhos que nos levam na direção da Luz.

Por isso, queremos, antes, agradecer-te por aquilo que trouxeste de bom… no meio do caos. 

Somos Gratas pelos dias de sol que nos permitiram ir ao Jardim da Celeste; Pelos banhos de mar quais Pequenas Sereias; Pelas exímias ‘trabalhadeiras’ que continuámos a ser, ao estilo Formiga Z; Pelas férias, não no Hotel Transilvânia, mas que ainda assim gozámos; Pelos dias mais recatados na companhia das nossas famílias von Trapp (sim, porque também trazemos “Música no Coração”); Pelos Zambujos, Bublés, Pinks, George Michaels, Quatro e Meias que ouvimos; Pelos Tom Sharpes, Elin Hildebrands, Sandras Catarinos, Nunos Franco Pires, Edgars Allan Poes, Alejandros Reyes que lemos; Pelas corridas e caminhadas (ou, nesta nova realidade “passeios higiénicos”) ao ar livre, por nos termos mantido umas miúdas saudáveis (corpo e mente)… acima de tudo, pelo mais precioso dos bens que podemos (desejar) ter: TEMPO! Gratas pelo TEMPO que nos deste para nos dedicarmos àqueles e às coisas que são, para nós, mais importantes! TEMPO para a vida!

Uma das miúdas concretizou um sonho, a outra continua a acreditar nos seus!

Agora só te pedimos que vás de mansinho, tal como vieste… sabes bem que nunca te vamos esquecer, mas também não queremos que voltes. Acreditamos que uma boa parte do mundo soube retirar a aprendizagem que veio contigo… pelo menos, as miúdas sei que sim!

Por isso, neste final de ano, vamos reforçar as tradições… já separámos as 12 passas (para os desejos), ensaiámos o salto para a cadeira (para o ano ser em crescendo), temos as tampas dos tachos à mão (para afugentar os maus-olhados) e as flutes preparadas para brindarmos às novas oportunidades que a vida nos vai apresentar!

Que venha 2021! Com muita Saúde, Amor, Alegria e… TEMPO!

Susana Figueira

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias