Ideias à solta

Fruta da Época, by Cláudia Silva Mataloto

Setembro 29, 2020

Tem nome de realeza e o da autora desta rubrica, casca verde-clara e a sua polpa mole é muito sumarenta e doce, o que lhe confere um aroma inebriante. Foi uma das ‘anfitriãs’ das miúdas e das leitoras do Clube de Leitura que embarcaram connosco na Viagem literária a Elvas, baseada no primeiro romance do Nuno Franco Pires, “Searas ao vento“.  Por altura desta fantástica viagem, tivémos a oportunidade de visitar a fábrica Sereno & Fonseca, a última da região que confeciona os seus produtos fazendo uso de técnicas de fabrico artesanal e ainda ficámos a saber, que no livro “The Adventure of the Christmas Pudding“, de Agatha Christie, há uma referência a esta deliciosa fruta.

Falamos, claro está, da Ameixa rainha-cláudia!

Juntando, tal como as peças de um puzzle, a Ameixa rainha-cláudia ao cenário alentejano, já deves ter percebido que a receita deste mês é doce e muito frutada. Para este mês, a Cláudia Silva Mataloto preparou um doce conventual tipicamente alentejano ao qual juntou uma calda de ameixa com um twist cascalense… estás preparada para experimentar?!

Susana Figueira

A Fruta da Época apresenta:

Sericaia com Ameixa em Calda de Carcavelos

Para a sericaia:

500 ml de leite
6 ovos M
250 g de açúcar
60 g de farinha
1 casca de limão
1 pau de canela
Canela em pó q.b.

Reserve 100 ml de leite e leve a ferver o restante com a casca de limão e a canela.
Dissolva a farinha no leite frio e junte ao restante leite.
Bata as gemas com o açúcar, até obter um creme fofo, e adicione ao preparado anterior. Leve ao lume para engrossar, mexendo continuamente.
Retire do calor e deixe arrefecer.
Bata as claras em castelo e envolva-as no creme.
Coloque o preparado num prato de barro.
Polvilhe com canela.
Leve ao forno a 200 ºC.
Está pronta quando começar a rachar.

Para as ameixas em calda de Carcavelos:

500 g de ameixas rainha-cláudia
250 g de açúcar
100 ml de vinho de Carcavelos
400 ml de água
1 pau de canela
1 casca de limão

Lave e faça um corte à volta da ameixa, por forma a que liberte a casca durante a cozedura.
Leve ao lume a água, o vinho, o açúcar com a cascas de limão e o pau de canela. Quando o açúcar estiver dissolvido, coloque as ameixas. Deixe ferver 30 minutos, rodando-as no tacho, para que tenham uma cozedura uniforme.
Retire as cascas soltas e guarde-as, com a calda, ainda quentes, num frasco esterilizado.

Delicia-te!
Cláudia Silva Mataloto

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias