Clube de Leitura - Livros à Sexta

O rato roeu os Livros à Sexta…

Janeiro 30, 2020
Livros à Sexta - Clube de Leitura

China foi o tema. O novo ano chinês, o do Rato, está fresquinho, acabado de chegar e por isso aproveitei a ocasião e em tom de festa venho contar-te como foi emocionante o encontro de Livros à Sexta de janeiro.

Clube de Leitura - Livros à Sexta

Tivemos uma convidada muito especial. Conseguimos “raptá-la” do aeroporto, mantivemo-la escondida num loft algures na Quinta da Marinha até ao dia do nosso encontro (brincadeira). Ela já está com um pé no avião, mas ainda assim conseguiu prestigiar os Livros à Sexta com a sua encantadora presença. Estou a referir-me à nossa “heroína tropical”, Mami Pereira, aka, Mami Geographic. Esta “Miúda Alegre Maravilhosamente Imaginativa” aceitou o convite do nosso Clube de Leitura e esteve em alegre cavaqueira com o grupo (que cada é cada vez maior), acerca do seu livro “Mami Geographic – Crónicas de Viagem”. Fascinada por Beatriz Costa (também ela, uma mulher que tinha no sangue a paixão pelas viagens), a nossa convidada perdeu-se em conversas sobre alguns episódios, devidamente, documentados neste seu tesouro de 288 páginas, que resume 5 anos de viagens. Falou-nos da experiência de publicar um livro por sua conta e risco e do sucesso que esta viagem está a ser. A nossa “Indiana Mami” é uma verdadeira fonte de inspiração para viajantes destemidos, de mochila às costas, alguns trocados no bolso e com “quatro mil razões para sair de casa”. Agora resta-nos desejar-lhe boa viagem e aguardar por mais crónicas de encantar.

Ainda houve tempo para se partilharem dois contos escritos com o coração. Um premiado, outro publicado. Trocaram-se os papéis e foi um momento de leitura, de alguns nós na garganta e de lágrima no canto do olho. Uma pessoa emociona-se, depois recompõe-se e os holofotes iluminam os livros selecionados para a sessão.

E assim começou a conversa sobre a China que cada um escolheu. Ficámos logo Prisioneiros da Geografia, enclausurados nos grandes problemas da atualidade. Fomos salvos pela Medicina Chinesa e aprendemos um exercício que nos ajudou a descansar os olhos (mesmo indicado para quem passa horas a ler). Mas foi o Tao dos Líderes que nos despertou para a importância do silêncio. Ficar calado é seguir a sabedoria interior. Mas quem não se calou foi um das nossas dedicadas leitoras que andou à pesca de palavras e expressões em mandarim para nos impressionar. E impressionou. Por falar em pesca… foram três as leitoras que leram Uma Cana de Pesca Para o Meu Avô, mas nem todas se deixaram pescar pelo hino à simplicidade da vida. E por isso preferiram algo mais complexo. Porque não ser Imortal? Como assim? Os estratagemas que esta malta arranja para ler o livro que já está na sua cabeceira. Só porque tudo começa com um cientista chinês numa conferência sobre o genoma humano!

Clube de Leitura - Livros à Sexta

Houve quem se tenha surpreendido com uma Terra Bendita “roubada” da estante da mãe. A velha coleção “Livros do Brasil” a dar cartas neste nosso encontro. Mas se houve quem falasse em mandarim também houve quem lesse em inglês – Hundred Secret Senses – um pouco de fantasmas e misticismo não faz mal a ninguém. Mantivemos a linha mais arrepiante e fomos ao encontro do Leitor de cadáveres.

Para desanuviar (ou não) voámos com os Cisnes Selvagens. Um voo que começou mal, mas que acabou bem. Tanta emoção que se viveu na sala da Dona Flor. Entre vinho e chá alguém levou um Leque Secreto, que, com o seu andar gracioso de pés de lótus, nos fez pensar na condição da mulher. E o drama continuou na primeira pessoa feminina – Porque escolhi viver – uma revelação dura.

Clube de Leitura - Livros à Sexta

Foi com suavidade que ficámos a conhecer uma história de afetos, de ligação a uma vida simples. Viver é abraçar o momento presente, o agora. Viver pode ser um velho num boi velho. Mas milenar também é a sabedoria Feng Shui. E foi com ela e com alguns bons conselhos que demos por concluído mais um encontro de Livros à Sexta. Voltamos a encontrar-nos lá para março. Já se adivinha que o grupo ficará preso n’ Os Fios de Sandra Catarino.

Clube de Leitura - Livros à Sexta
Clube de Leitura - Livros à Sexta

Agora vou colocar uma rã de três pernas perto da minha porta de entrada para obter sorte e de seguida vou experimentar o exercício da tartaruga. Que me desculpe o Rato…

Rosarinho

  • Reply
    António da Silva
    Janeiro 31, 2020 at 8:34 pm

    Boa noite
    Gostei deste texto e da respectiva viagem, pelos livros.
    Sejam felizes sff, como dizia o António

    • Reply
      Rosarinho
      Fevereiro 1, 2020 at 10:55 am

      Obrigada pelas tuas palavras! Esperemos receber a tua visita em breve! Beijinho

Escreve aqui o teu comentário

Parcerias