Ideias até ao infinito

Olá 49!

Dezembro 13, 2019
London

Hoje acordei com aquela sensação de que vou ter um dia fantástico. Vai ser um dia só MEU! Um dia dedicado a mim. Olá 49! Hoje poderia apagar as velas, trincar uma debaixo da mesa, pedir um desejo e comer uma fatia de bolo deliciosa. Olá 49! Hoje poderia fazer uma festança, convidar os amigos e ir para a farra. Olá 49! Hoje poderia refletir sobre este número. E começar a achar que estou a ficar velha? Não me apetece! Olá 49! Hoje quero AGRADECER e CELEBRAR. Sinto-me jovem, cheia de energia, sinto-me capaz de conquistar o mundo e Marte. Olá 49!

Ontem estava com uma enorme vontade de encontrar a palavra que expressa como foi este meu ano. Como foi ter 48 anos (não que seja muito diferente de 49… quando chegar aos 50 logo falamos). Mas antes de te revelar a palavra que define os meus belos 48 anitos quero dizer-te que não me sinto com 49, caramba! Olho para mim no espelho e penso que, apesar de umas rugas e de alguma flacidez na pele, não aparento caminhar para o meio século. (Valha-me Deus! Estou mesmo a escrever isto?)

E sabes porquê? Porque o brilho nos meus olhos é poderoso, é o elixir da juventude. Porque estou a viver um caso de amor comigo. Porque, hoje, esta sou EU! Sou verdadeiramente EU. Foi preciso chegar aqui para me sentir plena, para sentir que me respeito na totalidade, que me amo e que não tenho medo de mostrar quem SOU. Eu sou a Rosária Maria da Conceição (3 nomes próprios? Really?), tenho 49 anos e a palavra que definiu os meus 48 foi GRATIDÃO. Ora aqui está um belo statement.

Tanta coisa boa aconteceu ao longo destes 48. Por isso, estou tão grata.

Tenho um novo emprego. No início do ano decidi que queria mudar profissionalmente. Dois meses depois, o telefone tocou e a perspectiva de uma nova vida começou a desenhar-se. A partir de dia 3 de janeiro de 2020 estarei de corpo, alma e avental no novo local de trabalho. Porque isto do meio tempo aqui e ali tem sido um pouco cansativo. Já falta pouco para passar a pasta. GRATIDÃO.

Viajei muito. De avião, de carro, de autocarro, de comboio, de metro, de teleférico numa nuvem colorida! Reencontrei uma cidade europeia que me é muito querida (só faltou tomar um chá com sua majestade); vivi momentos muito especiais com amigos de longe numa cidade alentejana; levei a minha mãe pelo braço e demos um pulinho a uma ilha cheia de flores; conheci um país com cheiro a chocolate e a waffles; voltei aonde já fui muito feliz (a terra do verão); regressei ao Alentejo para viver um fim de semana junto de amigos a quem posso chamar família. (Já estou a fazer as malas para a próxima viagem). GRATIDÃO.

Tenho uma cozinha nova. Tornei um sonho, com muitos anos, realidade. Foi preciso coragem. Vivi numa casa virada do avesso durante duas semanas. Foi preciso juntar dinheiro. Foi preciso encontrar os parceiros para desenharem a cozinha, para partir paredes, colocar azulejo, colocar chão, pintar a parede e até colocar o candeeiro. Hoje, todas as manhãs, enquanto tomo o meu pequeno-almoço e leio as páginas de um livro, sinto uma alegria imensa. Valeu a pena todos os grãos de pó que se entranharam na minha pele. GRATIDÃO.

Saí da minha zona de conforto. Cansei-me de ter medo de falar com estranhos. E tenho conhecido pessoas tão lindas que tornaram a minha vida mais rica, mais colorida e com cheiro de primavera. Estes meus 48 trouxeram-me seres iluminados. Sou tão mais completa agora. GRATIDÃO.

Fui tia-avó!!!! (Estou mesmo a escrever isto?) Uma pessoa com 49 já pode ascender a esta categoria familiar. Ele é lindo (óbvio!). Gostava de passar mais tempo na sua companhia, para aproveitar todas as suas gracinhas (birras dispenso), as suas longas conversas com os bonecos, o seu riso dobrado. Mas a maravilha das tecnologias permite-me receber em tempo real vídeos que me deixam a babar e a mostrar a toda a gente a coisa mais fofa da titi. (Sim, consigo ser maçadora, como os pais que não param de mostrar fotos e vídeos dos filhos!) GRATIDÃO.

O blog tem um new look. Foi preciso quase um ano para o Armazém ganhar um novo espaço mais à nossa medida. Graças à Susana Figueira (parceira de aventuras) e ao ‘abençoado’ Bruno Carreço, hoje, olho para este meu espaço favorito no mundo virtual e fico muito feliz com o resultado. Em 2020 comemora 11 anos. Começou muito discreto, a medo, e hoje está em ascensão. Hoje sabemos que existe alguém desse lado que nos lê, que se inspira com as coisas que escrevemos e que se ri das parvoíces. Tudo isto só é possível porque ao meu lado tenho alguém que também gosta desta coisa de ser blogger, instragrammer e microinfluencer. Trocando isto por miúdos, somos duas miúdas que adoram vir para aqui e para as redes sociais contar cenas giras, que te deixem feliz, a sorrir e inspirada. Este ano o blog cresceu. GRATIDÃO.

Atingi a maioridade, 18 anos de casamento. Tu raramente o vês. Ele é discreto. Não gosta de redes sociais, mas casou com uma miúda (com 49 ainda me posso intitular de miúda?) que está sempre a pedir-lhe para a fotografar aqui e ali, para colocar no blog ou no Instagram (coitado). Tem uma paciência de santo. Tem um lado criança que ajuda a despertar o meu. Acompanha-me nas minhas loucuras. Respeita-me. É o meu melhor amigo (apesar de, às vezes, parecer o Gru – O Maldisposto). 18 anos ao lado de Mr. J. GRATIDÃO.

Olá 49! Vamos ser felizes?
Rosarinho

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias