Ideias para a agenda

Lusitânia Comedy Club – O Porquê da Coisa

Abril 19, 2018
Lusitânia-Comedy-Club-d-teresa-d-afonso-henriques

As miúdas receberam um convite na caixa de
e-mail do blog e ficaram em pulgas! E porquê? Perguntam vocês.
Era um convite para ir conhecer a verdadeira História de Portugal, num
clube muito especial. E lá fomos nós, tal qual destemidos descobridores! Não
dobrámos o Cabo Boa Esperança, mas sobrevivemos à IC19. E foi ali para
os lados de Queluz-Massamá que estas miúdas foram tentar perceber o porquê
da coisa.
Confuso? Não!! Resumindo e baralhando,
porque isto é giro é ser esquizofrénico, fomos assistir à antestreia da peça da
autoria de Nuno Markl, Francisco Palma, Frederico Pombares (texto) e J.J.
Galvão (música e letra) –
 Lusitânia Comedy Club. Obrigada UGURU pelo convite! ADORÁMOS!!! 
Então, esta comédia musical, na verdade,
conta-nos as estórias da História de Portugal de uma forma alucinante e
alternativa! Imaginem se as grandes decisões que se tomaram neste país, desde o
tempo de D. Afonso Henriques até à Revolução dos Cravos, tivessem tido origem
numa piada, e se o palco destas decisões tivesse sido um clube de comédia?
Estão a imaginar? Não? É fácil comprem o bilhete e assistam ao espetáculo no
Teatro Tivoli BBVA 
 o dia 28
esgotou, mas, tal como as miúdas previram numa espécie de sessão de futurologia
😉
estes contadores de estórias da História tiveram de marcar uma segunda data
para Lisboa,
29 de
abril
(o espetáculo do Porto
já se esfumou nas brumas da memória e com lotação esgotada)! Podemos garantir
que são 2 horas de pura diversão nonsense, com sketches de chorar
a rir! Literalmente!
😊

Lusitania-Comedy-Club-Tome-d-sebastiao

Mas o melhor disto tudo é que antes de
sermos confrontadas com realidades históricas escritas numa cave e num jardim
algures na Parede… tivemos a oportunidade de conversar com o Vasco da Gama,
com o D. Fernando, com o D. João I, com um Inquisidor (medo!!), com o D. Afonso
Henriques, com o Adamastor, com o Marquês do Pombal, com um Mouro e com um
descobridor chamado Paulo Figueiredo… Ãh?!



Na verdade, falámos com 3 dos atores! O Frederico
Amaral
(que interpreta 20 personagens), o Luís Oliveira (que veste a
pele de 19 personagens) e o
João Guimarães que, para além das
personagens que veste e despe em menos de 10 segundos, ainda deu uma ajuda no
trabalho vocal durante os ensaios das canções (sim, esta malta canta!) e é a
personagem principal na logística de adereços de cenografia em
backstage.
É que tudo o que acontece por detrás do palco dava uma outra comédia! É um
veste e despe, é um entra e sai de palco… até nós ficamos cansadas só de
pensar.
Lusitania-Comedy-Club-aniversario-bolo-surpresa
Lusitânia Comedy Club,
encenada por Mafalda Santos, que também vive esta ‘montanha-russa’ de
personagens históricas, é uma reflexão sobre o papel da comédia e sobre o facto
de as pessoas, hoje em dia, levarem tudo a mal!!
Pessoal vamos lá a melhorar esse humor  Tivoli
BBVA 28 de abril (21h30) e 29 de abril (21h00)!
Antes de fecharmos este post meio
alucinante, queremos partilhar com vocês umas ideias que trocámos com o João,
com o Luís
e
com o Frederico
😊

Ao longo de todo o
processo de preparação, de ensaios… enfrentaste algum ‘Adamastor’?
João Guimarães:
Sim, sim. O meu principal ‘Adamastor’ é a logística de adereços de cenografia
em backstage. Mais até do que as mudanças de personagens, porque praticamos
uma, duas, três vezes e já está… acontece, por mais louca e rápida que tenha de
ser… algumas mudanças são 10 segundos e é para mudar para uma personagem
completamente diferente. Um dos grandes desafios desta peça foi, o mesmo ator,
ao fazer personagens idênticas [por exemplo, os reis], não parecer sempre a
mesma coisa. Não é só o figurino que dá isso. Há toda uma série de questões que
têm de ser bem trabalhadas. E depois ali atrás a logística é bastante difícil.
Nós temos peças de cenografia que são grandes e, portanto, perceber qual era o
local certo e como é que se posicionariam para poderem entrar em cena e para
poder a coisa ser fluida e não dificultar foi o meu grande ‘Adamastor’.
Lusitania-comedy-club-adamastor
Se tivesses sido uma das
personagens históricas que interpretas qual escolherias e porquê?
Frederico Amaral: Se calhar… O Vasco da Gama, porque descobriu muita coisa. E por ter
navegado. Porque gosto de navegar e gosto de passear e gosto de conhecer países
e nunca fui à Índia…
Vocês falam muito na ‘montanha-russa
esquizofrénica’ que foi fazer esta peça, nesse sentido, qual foi o maior
desafio mesmo?
Frederico Amaral: O
maior desafio foi quando nos entregaram este texto e perceber que todas as
personagens éramos nós que íamos fazer. E se calhar não estávamos à espera. 20
personagens?
Luís Oliveira:
Principalmente nós os dois. Somos os mais sacrificados [risos] Eu faço 19 e ele
20, isso é mesmo uma grande montanha-russa. Nem eu sei quem sou! [risos]

Lusitanis-comedy-club-frederico-luis-concurso

Frederico Amaral:
Não só pela interpretação, por toda a maneira de ser que tivemos de dar a cada
personagem, como toda aquela outra peça de teatro que se passa ali atrás, que
ninguém vê, mas nós sentimos na pele, porque às vezes temos um minuto, às vezes
nem tanto… temos 10 segundos, 5 segundos, a gente sai e entra do outro lado…
Luís Oliveira: já com outra roupa.
E qual será a verdadeira História de
Portugal?
Para D. Manuel II… ai desculpem!
Para Frederico Amaral: “A História de Portugal foi uma Bíblia que foi
escrita por alguém e que a gente acredita.”
Atenção ameaça spoiler: O D.
Sebastião não morreu na Batata de Alcácer-Quibir… Ãh??? Estamos todas
baralhadas… Batalha de Alcácer-Quibir!!! 

Rosarinho e Susana

Lusitania-Comedy-Club-marques-pombal

Lusitania-Comedy-Club-deus

Lusitania-Comedy-Club-elenco-a-cantar

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias