Ideias à solta

Fruta da Época, by Cláudia Silva Mataloto

Junho 19, 2017
O mês de junho é o nosso preferido. É tempo de dias e noites
quentes e altura de petiscar e conviver com os amigos, festejando os santos
populares, a amizade e a vida. E é tempo, claro está, de grande abundância de
frutas. A cereja é a eleita, não só porque simboliza a “Fruta da Época”, como a
sua versatilidade permite-nos descobrir uma variedade de aromas e sabores.
Compotas, tartes, bolos, cheescake, clafoutis, tortas,
licores … pickles, tudo com aquela cor vermelho escuro, capaz de deixar com
água na boca, só de ver. As cerejas são irresistíveis!!!
 
O petisco apresentado pela “Fruta da Época”, este mês, é inspirado numa
receita do chef Vítor Sobral e composto por duas receitas: uma de pickles e
outra de pica-pau.
Pica-pau com pickles
de cereja
Pickles de cereja
400 g de cereja s/caroço
400 ml de vinagre de vinho tinto
200 g açúcar
1 pau de canela
2 estrelas de anis
3 sementes de cardamomo
2 cascas de limão
Flor de sal q.b.
Mistura de pimentas de moinho q.b.
Coloque o vinagre e o açúcar ao lume, tempere com o pau de
canela, as estrelas de anis, o cardamomo, as cascas de limão e deixe ferver.
Introduza as cerejas, tempere com a flor de sal e a pimenta e deixe ferver mais
um pouco. Depois de frio, guarde em frasco esterilizado.
 
 
Pica-pau
600 g de carne de vaca (vazia)
100 g de manteiga com sal
1 folha de louro
2 dentes de alho
1 colher de mostarda Dijon
50 ml de vinho rosé
Azeite q.b.
Vinagre de cereja q.b.
Mistura de pimentas de moinho q.b.
Flor de sal q.b.
Pickles de cereja q.b.
Manjericão q.b.
Oregãos q.b.
 
Corte a carne aos cubos e tempere com a flor de sal e a
pimenta. Core a carne, num fio de azeite, bem quente. Introduza a folha de
louro, o alho laminado e refresque com o vinho. Deixe ferver. Acrescente a
mostarda e perfume com um golpe de vinagre. Acrescente a manteiga. Introduza as
cerejas e envolva. Polvilhe com manjericão picado e oregãos, antes de servir.
Sirva com palitos de pão torrado.
 
Sobre as cerejas 
Existem atualmente 800 variedades, classificadas
em dois grupos: as ácidas (ginjas), cujo amadurecimento é mais tardio, e as
doces que amadurecem no verão. Estas últimas caracterizam-se por serem moles e
de cor vermelho-escuro ou estaladiças, de um tom vermelho-claro ou amarelado. S
ão ricas em antioxidantes e componentes
anti-inflamatórios. Possuem vitamina C, potássio e betacaroteno.
Cláudia Mataloto

 

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias