Ideias até ao infinito

28 – Uma Lisboa por (re)descobrir!

Agosto 15, 2016


Enquanto uma das miúdas anda a banhos por águas algarvias, a outra
aproveitou a “desculpa” da visita dos primos do Alentejo para um passeio pela
capital. Não sendo eu uma alfacinha de gema, e as idas a Lisboa se limitarem ou
à situação profissional ou um simples passeio pela Baixa, esta foi uma
oportunidade para (re)descobrir Lisboa. E este foi um passeio cheio de estreias
(para mim, claro).

Estreia 1 – Entrar na Basílica da Estrela. A imponência das suas paredes,
dos seus tetos e abóbadas, tudo nos faz sentir bem pequeninos, mas ao mesmo tempo cheios
de vida! Fiquei deslumbrada!

Estreia 2 – Apanhar o Elétrico 28. Destino Graça. A viagem, por si só, vale
muito a pena. Atravessar alguns dos recantos mais típicos da capital e ver as suas
ruas cheias de vida e animação é perceber que é possível a harmonia entre o
tradicional e a modernidade.

Estreia 3 – Miradouro da Senhora do Monte (já que o da Graça está em obras,
logo, com o seu espaço bastante reduzido). Dali, os meus olhos “deslizaram”
pela paisagem até ao rio Tejo, passando pelo Castelo de S. Jorge, o Martim
Moniz, a Baixa… Uma imagem que fala ao coração de cada um dos seus visitantes
de maneira diferente… e aos quadradinhos! 😉

Em relação a estreias, o passeio ficou por aqui. Depois entre um almoço no
Martinho da Arcada, um gelado no Amorino e uma caminhada pela Baixa, o regresso
à Estrela fez-se fora dos carris, a pé. Um sábado muito bem passado, numa
cidade cheia de encantos e em fantástica companhia!

Susana Figueira
Lisboa aos quadradinhos (Miradouro da Senhora do Monte)

Tuk tuk – Eles estão por todo o lado e este captou a minha atenção

Um recanto bem tradicional

Natureza citadina (… e algo estranha, digo eu)

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias