Ideias até ao infinito

Vamos “Navegar é preciso” no Centro Cultural de Cascais

Fevereiro 29, 2016

Uma nova semana traz consigo um novo mês. O mês da Primavera! E com ela
chegam também os convites que nos fazem querer sair para a rua, ver pessoas,
assistir a eventos! Assim, no próximo dia 4 de Março, pelas 18h30, a Fundação D. Luís e a Câmara Municipal de Cascais convidam-nos
para a inauguração da exposição Navegar
é preciso
, de Nuno Mendoça no Centro Cultural de Cascais. Uma
exposição na qual o tema central é o mar e tudo aquilo que com ele vai e com
ele volta. E através do seu trabalho o artista fala-nos do sal, das redes, de antigos navegantes, mas
também de sonhos e esperanças. Com 5 exposições coletivas e 13 individuais na
bagagem, representação em várias coleções particulares bem como de algumas
instituições como a Fundação Oriente, Governo de Macau, Inatur, Diocese de
Santarém Museu de Évora, entre outros, a obra de Nuno Mendoça poderá ser vista de terça a domingo, das 10h00 às
18h00, até 30 de Abril.

Susana Figueira

Nota sobre o artista: Nuno José de Noronha de Mendoça, nasceu
em Lisboa em 1939, é escultor, pintor, professor universitário, doutorado em
Estética da Paisagem, investigador da Universidade de Évora (onde leccionou de
1976 a 1998), licenciado em Escultura pela ESBAL (1969), com pós-graduação em
Ciências Antropológicas e Etnológicas do ISCSPU (1970/71), detentor do curso de
Téchniques Urbaines do SMUH em Paris (1973/74) e atualmente dedica-se mais à
pintura e à investigação.

    Escreve aqui o teu comentário

    Parcerias